Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LadyScorpio

Coração de fogo, vivo de emoções... 8 ou 80, sem meio termo...

Coração de fogo, vivo de emoções... 8 ou 80, sem meio termo...

LadyScorpio

08
Out19

"Coelhinha" parte 1

LadyScorpio

 

20191008_211627.jpg

"Ela adorava ser diferente,  superar todas as expetativas.

Detestava a monotonia, a rotina, a normalidade.
Adorava surpreender.
Adorava deixá-lo de olhos arregalados, de queixo caído.
Deixá-lo a salivar só de a ver...
Ver na cara dele o entusiasmo, o desejo louco, a surpresa.
Ver na sua cara a vontade furiosa de lhe rasgar a roupa e de a possuir logo ali...
Uma vez por outra, tudo fazia para sair da monotonia.
Pensava em temas, criava personagens que ela considerava sensuais, e, que ela tinha a certeza que ele iria adorar.
Esse dia não foi diferente.
Depois de muito pensar, de muito ponderar na maneira como o esperar, decidiu por algo fofinho e enternecedor.
Escolheu vestir-se de coelhinha, mas uma coelhinha sensual, apetitosa desejosa de receber e dar prazer...
Vestiu um body preto de fio dental, com uns sapatos pretos de veludo.
O body era todo em renda, deixando transparecer as partes do corpo que geralmente ficam ocultas.
Colocou umas orelhinhas de coelho, e fez um pompom branco que coseu na parte de trás do body, a emitar o rabinho fofinho de um coelho amoroso. 
Pela renda sobressaía os seus seios redondos de mamilos duros e eriçados. Só de imaginar o entusiasmo e surpresa dele."
 
03
Set19

A ti... minha irmã...

LadyScorpio

Screenshot_20190903-082354_Google.jpg

A ti... a nós...

Vivemos tantos anos perto...
Cruzavamo-nos diariamente, por vezes mais do que uma vez...
Havia sem nos apercebermos uma cumplicidade, um início de uma amizade.
Mas por falta de tempo, por estarmos sempre atarefadas com as nossas vidas, nunca parámos para um olá diferente...
Foi preciso as nossas vidas darem uma volta de 180 graus, para nos encontrarmos. 
E, por mais incrível que possa parecer, foi como se esta nossa amizade já existisse...
Como se fosse um reencontro, como se viesse de outros tempos e tivesse vivido noutras vidas...
É difícil explicar a simbiose da nossa conexão...
É difícil explicar, como em tão pouco tempo, te consigo amar tanto...
Somos almas gêmeas, almas sofridas que lutam pelo sorriso e felicidade eterna...
Se tu és feliz, eu feliz sou...
Se tu estás miserável, eu também o sinto...
Somos irmãs... pura e simplesmente...
A facilidade que temos em falar, desabafar os segredos ou desejos mais íntimos...
A capacidade que temos de aturar os nossos declínios momentâneos, as nossas loucuras imprevisíveis...
Agradeço aos céus teres sido colocada no meu caminho...
Agradeço aos céus ter encontrado alguém que me vê, que me compreende, que me acarinha, que me ama independentemente dos inúmeros defeitos, das imensas falhas que tenho...
És o meu anjo... AMO-TE...
22
Jun19

Só...

LadyScorpio

Screenshot_20190622-201444_Google.jpg

Só...

É a palavra que me define neste momento.
Só, isolada, num mundo cheio de gente.
Quando toda a minha vida, sempre estive rodeada de amigos.
Amigos com quem criei uma família...
Minhas "irmãs", meu "irmão"...
Sempre estiveram comigo para o bem, para o mal.
Mas a minha vida deu uma volta de 360 graus. 
Tive que deixar o que sempre conheci, para seguir um sonho que não é meu.
Numa cidade desconhecida...
Numa cidade onde estou só...
A falta que as nossas conversas, os nossos passeios me fazem...
A falta que o meu corpo, tem dos vossos abraços, de me sentir protegida, acarinhada...
A falta que os meus ouvidos têm de ouvir a vossa voz, ouvir os vossos risos, os vossos conselhos...
Neste momento, não vos tenho, aqui presentemente comigo...
E o medo de vos perder, o medo que me esqueçam...
Que eu vire somente uma memória, aterroriza-me...
Estou só... morta de saudades vossas...
Desejosa de vos ver, de vos abraçar...
Desejosa de vos olhar nos olhos e dizer que vos amo...
Estou só...
27
Mai19

A 7 chaves te fechei...

LadyScorpio

20190527_164030.jpg

Peguei em ti e coloquei-te num cofre...

Fechei-o a sete chaves, com sete trancas e sete correntes a cadeado...
Com muito esforço empurrei o cofre até ao precipício que existe nos confins da minha mente...
Chegados á berma do precipício, fiz novo esforço, mas as minhas forças estavam no fim...
Não consegui que ele caísse pelo vazio negro, pelo abismo do precipício... Num fundo sem fim...
Ali ficou, na beira... 
A pender... como uma balança, entre o cair e o ficar firme no chão...
Mas da força que fiz, pelos caminhos tortuosos que o empurrei, criei uma pequena frecha no cofre...
E infelizmente, o mau pensamento que lá tranquei, com desejo que desaparecesse para todo o sempre, com esperança que me deixasse tranquila... faz-se ouvir... faz eco em mim...
Atormenta a minha paz de espírito... faz vacilar a pouca confiança que tenho em mim...
Tento ignorar, tento...
Mas a voz dele aumenta a cada dia... 
22
Mai19

Porque...

LadyScorpio

20190522_131631.jpg

Porque só escrevo quando sinto raiva?

Quando sinto algo de mau em mim?
Porque escrevo quando me magoo, quando os meus próprios pensamentos me ferem, me rasgam a alma?
Porque escrevo quando me minimizo, quando penso que não sou nem serei suficiente?
Porque não escrevo, quando o meu sorriso cria sorrisos até em estranhos?
Quando a minha alegria e simpatia se tornam contagiantes?
Porque não escrevo, quando o meu ego esmaga qualquer concorrência, muitas das vezes imaginária?
Porque não escrevo, quando me acho linda, sedutora, encantadora?
Adorava... adorava poder escrever quando a alegria vive em mim, e o meu EU transmite beleza...
Mas as palavras não saiem nesses, bloqueiam... e só saiem risos, piadas, palavras doces, brincadeiras...
Pelo menos, reparei que escrevo menos... bom sinal... 
Sinal que a minha tristeza, as minhas dúvidas, os meus maus pensamentos estão a desvanecer...
Sinal que estou mais forte..
Sinal que a minha mente consegue distinguir o mal criado somente por mim... 
09
Mai19

Já fez um ano...

LadyScorpio

20190509_133642.jpg

Já fez um ano que te vi pela última vez...

Sinto um aperto no coração de recordar, mas...  sorrio de alegria do tempo passado juntos, e dói saber que talvez não te veja novamente...
Já fez um ano, que te esperei, impaciente para te ver... cheia de ansiedade e nervosismo...
Até que chegaste, desejoso de me ver e sorridente...
Já fez um ano que olhei nos teus olhos, que estiquei a minha mão e te toquei na face...
Que me pus em bicos de pé, aproximei a minha cara á tua e juntei os meus lábios aos teus, num primeiro e muito desejado beijo...
Já fez um ano que senti os teus braços em torno do meu corpo, para me dares um abraço forte, cheio de doçura, cheio de carinho... no começo de momentos preenchidos de adoração...
Que vi o teu sorriso iluminar a tua cara, e que mergulhei no teu olhar terno...
Já fez um ano, que nos perdemos para nos encontrarmos... que me perdi em ti, e tu em mim...
Que me beijaste com uma ternura louca e apaixonada...
Já fez um ano que me fizeste tua... que os nossos corpos se uniram, passaram a ser só um, criando o molde perfeito...
Que juntos nos transportamos para um novo mundo, para um desconhecido intenso, para um universo paralelo só nosso... onde todos os nossos sentidos e desejos ficaram amplificados...
Já fez um ano que cada toque, beijo, carícia, olhar estavam mergulhados num êxtase intenso e total, que nos tornamos selvagens, vulcânicos... que as nossas mãos percorreram cada milímetro de pele, e que a nossa respiração se tornou gemidos...
Já fez um ano que o mundo e o tempo parou para nós...
 
19
Mar19

A ti, Pai

LadyScorpio

Screenshot_20190319-161933_Google.jpg

Fizeste-me, criaste-me... 
Colocaste um teto sobre a minha cabeça...
Deste-me conforto...
Trabalhaste arduamente para que nada de essencial ao meu crescimento faltasse...
Por isso te serei eternamente grata...
Mas, PAI... e o amor?
O carinho?
O colinho de um papá amoroso?
O olhar de ternura?
O abraço que nos protege de tudo e de todos?
O aconchegar os lençóis?
As brincadeiras entre pai e filha?
A cumplicidade de um progenitor para com a sua filha?
A partilha de aventuras, de descobertas, de interesses em comum?
O orgulho de me teres tido, e de me ter tornado quem sou?
Escrevo as palavras que nunca te direi...
Pai...
Um filho é para amar incondicionalmente, independentemente do como veio a este mundo...
Um filho é para incentivar,  nunca rebaixar.
Um filho não é um extra que come mais um prato de sopa.
Um filho não é moeda de troca.
Um filho não é interesse temporário. 
Um filho, depois de adulto continua a precisar dos seus pais, continua a precisar dos seus abraços, do seu apoio...
Nunca me disseste que me amas...
Nunca disseste que tinhas orgulho em mim...
Talvez tenha sido assim que te ensinaram, não sei...
Só queria o teu amor, só queria o teu carinho, só queria o teu orgulho...
Gostaria de dizer que te amo incondicionalmente, mas nunca me destes essa oportunidade...
Mesmo assim, e com todas as tuas falhas Amo-te e continuarei a amar..
Feliz dia do pai
01
Mar19

Parabéns...

LadyScorpio

Screenshot_20190301-114910_Google.jpg

Foi o teu aniversário...

Infelizmente não te pude abraçar...
Infelizmente não pude me perder nos teus braços...
Não pude acariciar a tua barba, e contemplar o teu olhar doce quando sentes as minhas carícias...
Não pude sentir os teus lábios, nem ver o teu sorriso...
Mas falei contigo...
Tentei demonstrar todo o meu carinho e dedicação nesses breves minutos.
Sei que ficaste feliz...
Tentei alegrar o teu dia, da melhor forma que pude, com tolices minhas...
Nessas tolices, tentei que te sentisses especial e único, como sabes que és para mim...
PARABÉNS meu menino-homem...
27
Fev19

Voltei...

LadyScorpio

20190227_195827.jpg

Há tanto tempo que os meus dedos não tocam no teclado para escrever...

Para escrever bem ou mal...
Para escrever pessimamente ou excelentemente... 
Não interessa, somente escrever...
Mas escrever com alma...
Escrever com o coração...
Sentir os meus pensamentos na ponta dos dedos, num fervilhar de emoções...
Deixar fluir, como se tocasse uma bonita melodia num piano...
Deixar que eles comandem, que transfiram as emoções para o ecran...
Voltei...
Não sei por quanto tempo...
Mas a vontade de escrever acordou novamente, e não a vou encarcerar...
11
Jan19

Carta a tu...

LadyScorpio

Screenshot_20190111-111654_Google.jpg

Que posso dizer, que posso escrever??
No fundo de mim, acredito que talvez já não tenha como...
Tento recordar todas as palavras escritas, ditas, pensadas... 
E, percebo que tenha de imaginar novas formas de dizer o que significas, que deva de inventar, criar novas palavras para escrever... 
Mas espero, que o meu pobre vocabulário, seja o suficiente para tocar o teu coração...
Quando nos conhecemos, foi como um íman, os nossos sorrisos completaram-se e os nossos olhos trocaram cumplicidade...
Com o decorrer do tempo passamos a ser indispensáveis um para o outro. 
Sem nos apercebermos as nossas conversas tornaram-se diárias, e por vezes arranjavamos desculpas para podermos falar um com o outro, para nos ouvirmos... mesmo que só disséssemos palhaçadas...
A amizade cresceu, mas não ficou por aí, era impossível para nós ficarmos só amigos.
Pensando nesses dias, admito que me redescobri... que conheci em mim uma pessoa que não sabia existir...
Nem sempre boa, admito, porque fui e sou muito ciumenta. Talvez por ter medo de te perder para outras, ou por achar que não sou interessante, ou por achar que não sou suficiente... 
No início, tinha medo de estar a ser gozada, de ser somente um objecto do teu desejo, de ser um breve momento na tua vida...
Com o tempo provaste o quanto eu estava errada, com a tua enorme paciência..
Ensinaste-me a dar mais valor a atitudes.
Ensinaste-me que as palavras, podem por vezes ser ocas, quando proferidas sem verdade...
Ensinste-me a acreditar mais em mim, a dar valor ao que sou, ao que tenho. 
Com tempo aprendi a observar, a conhecer-te...
Aprendi que cada gesto, cada brincadeira, cada trocadilho, cada sorriso tinham um doce significado...
Sei que me admiras, me controlas, quando não estou a prestar atenção...
Vejo alegria nos teus olhos sempre que nos vemos. Brilham e sorriem de felicidade.
Sinto a tua adoração por mim...
Sinto-a em cada abraço, em cada beijo, em cada toque. 
Sinto-me adorada quando me olhas, vejo-me linda no reflexo dos teus olhos. 
Sei que tens orgulho em mim, na minha doida maneira de ser...
A tua voz mudava quando ouvia a minha, ainda hoje muda, ficas meloso, com voz de mimo meu homem-menino traquina...
Contigo fiz um lindo e vulcânico conto...
Contigo sou EU, pura, sincera, verdadeira e nada inocente...
Contigo descobri que duas pessoas de diferentes mundos se podem adorar e completar-se.
Adoro que aceites a minha loucura, a minha energia, a minha bateria constantemente carregada...
Para ti e por ti, tornei-me ainda mais doce, dada, calma, amorosa, carinhosa, escaldante... Uma autêntica mimalhas.
Adoitu...
 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub